Jim Doxas

Bateria

Natural de Montreal, no Canadá, Jim Doxas nasceu em uma família muito ativa do ponto de vista artístico: o pai, violonista clássico, professor e engenheiro de gravação; o irmão, saxofonista e compositor. Antes da bateria, Jim tocou vários outros instrumentos: piano, violino, trompete e corne francês. O trabalho como engenheiro de som com o pai, foi seu primeiro amor, mas mudou na adolescência, quando ele foi ‘forçado’ a gravar bateria acústica para jingles do pai.

Estudante na Universidade McGill de Montreal, Jim logo se firmou como percussionista versátil. Dave Laing, Paul Brochu, Bob Slapcoff e seu primeiro professor, Peter Magadini, tiveram papel preponderante em seu desenvolvimento musical. Ainda na faculdade, foi homenageado com o Prêmio “Estrela em Ascenção” Yamaha,em reconhecimento ao excepcional sucesso como instrumentista. Foi também convidado para a apresentação de gala em homenagem a jovens talentos norte-americanos no Carnegie Hall. Ao longo de todo o período na faculdade, Jim estudou com o renomado pedagogo e baterista John Riley.

O músico sofreu grande influência do rock, do jazz, da Motown e da worldmusic. Seu trabalho pode ser ouvido em mais de 150 álbuns e faixas, sendo que é um artista popular em festivais de jazz do mundo todo. Ao longo dos vários últimos anos, Jim teve seu talento reconhecido através dos prêmios Felix e Juno Awards, além de ter recebido indicações para prêmios da Academia e para o Grammy.

A versatilidade musical de Jim lhe abriu um amplo espectro de oportunidades ao longo da carreira. O percussionista dá também grande importância à educação musical e ministra masterclasses, além de lecionar em diversas academias de música no mundo todo. Seus projetos atuais incluem o quarteto Riverside (em parceria com Dave Douglas, Steve Swallow e ChetDoxas), o Trio Oliver Jones e o Trio Jim Doxas. Jim é atualmente palestrante e professor na Universidade McGill, ao mesmo tempo que administra uma agenda movimentada de shows.

newspaper templates - theme rewards