Terem Quartet, balalaicas

Bayan

O Terem-Quartet é, há tempos, considerado um dos símbolos de São Petersburgo e da Rússia. Apresentando O Mensageiro de São Petersburgo com frequência em eventos de importância internacional, o grupo se tornou “cartão postal” do país, ao lado do Museu Hermitage, do Teatro Mariinsky e do Museu Russo.

Dentre as atuações de maior destaque do quarteto, estão apresentações no Vaticano, para o Papa João Paulo II, Madre Teresa e um público de 120 mil pessoas; na Praça São Marcos em Veneza; no Palácio St. James, em Londres, a convite do Príncipe Charles; no aniversário de 3000 anos de Jerusalém, no centro histórico da Cidade Velha; para líderes dos países do G8 na Cúpula do G8 em São Petersburgo; nas Olimpíadas de Inverno de Vancouver (2010) e de Sochi (2014); no Festival Internacional de Cinema de Moscou e na abertura do Teatro das Nações de Moscou (2011); no dia da independência do Cazaquistão (2011); nos Jogos Olímpicos de Londres (2012); na “Noite Russa”, em Munique, na Alemanha (2014).

A diversidade de interesses, seja na atuação com músicos de jazz e rock, em concertos com orquestras sinfônicas e conjuntos folclóricos, em projetos com balés e óperas, na participação no concurso Eurovision 2009 – trazendo uma versão bem-humorada de hits lendários da música pop – ou mesmo através da participação em desfiles de Karl Lagerfeld, na Maison Chanel em Paris, sob o tema “Paris-Moscou”, deixa claro que a busca incansável por trabalhos criativos de variados gêneros é a marca do ensemble.

O Terem-Quartet representou a Rússia nos seguintes grandes festivais internacionais:

WOMAD (com participação de  Peter Gabriel)
Setembro Musical, no Conservatório Verdi (Turim, Itália, 1994)
Festival de Edimburgo (Escócia, 1998 e 2004)
Festival Europeu de Yuri Bashmet e Mstislav Rostropovich (Evian, França, 1997)
Festival Internacional de Artes “Estrelas das Noites Brancas” (São Petersburgo, Rússia)
Festival de Perth (Austrália, 1999)
Festival de Jazz de Pori (Finlândia, 1999)
Festival de Primavera de Guelph (Canadá, 2000)
Festival “Glatt & Verkehrt” (Krems, Áustria, 2000, 2004 e 2006)
Festival Internacional de Música “Outono de Praga” (República Checa, 2000)
Festival Internacional de Inverno “Art Area” (São Petersburgo, 2001)
Festival de Québec (Canadá, 2002)
Festival de Páscoa do Kremlin (Moscou, 2002)
Festival de Israel (Jerusalém, 2005)
Festival de Culturas do Mundo (Dun Laoghaire, Irlanda, 2006)
Festival “Folles Journées” (Nantes, França, 2007 e 2008)
Festival Jeonju Sori (Coreia, 2007)
Festival Internacional “Summertime” (Jurmala, Letônia, 2007)
Festival “La Folle Journée” (Japão, 2009 e 2012)
“Noite Russa” no Odeonsplatz (Munique, Alemanha, 2014)

O quarteto tocou com orquestras como a Vladimir Spivakov (Moscow Virtuosi) e U. Bashmet, Orquestra Sinfônica Nacional da Lituânia, Orquestra Sinfônica de Novosibirsk, orquestra da Banda Militar Norueguesa – Norte da Noruega, Kammerphilharmonie Bremen, Orquestra Sinfônica da Rádio da Baviera, sob regência de Mariss Jansons, e se apresentou ao lado de músicos como Giora Feidman, Yuri Bashmet, Denis Matsuev, Dora Schwarzberg, Michel Portal, Richard Galliano, Bobby McFerrin, Basil Gerello, Andrei Diev, Sergei Nakariakov, Igor Butman, Daniel Kramer, Andrei Kondakov, Roby Lakatos, Tim Kliphaus, Alena Baeva, além de Vladimir Chernov, um dos maiores barítonos do mundo.

Os próximos projetos incluem um concerto com Alena Baeva no Teatro Mariinsky, um concerto em comemoração ao 70º Aniversário da Vitória, na sala principal da Filarmônica de São Petersburgo, além de uma apresentação com a Orquestra Sinfônica da Rádio da Baviera, sob regência de Mariss Jansons.

O repertório do quarteto abrange mais de 500 composições originais da música clássica e contemporânea, em leituras inovadoras. Durante seus mais de 28 anos de atividade, o Terem-Quartet apresentou cerca de 3000 concertos em mais de 60 países e participou de 65 festivais ao redor do mundo.

newspaper templates - theme rewards